Procurar
Close this search box.

Comemoração da Canonização de São Bento Menni

Em 21 de novembro de 1999, na Cidade do Vaticano, o Papa João Paulo II proclamou Santo Bento Menni, um homem cuja paixão pela vida e pelo serviço aos outros deixou uma marca indelével. Esta canonização não é apenas um marco na história, mas um farol eterno para a família hospitaleira e não só.

 

A santidade de Bento Menni reside no seu amor apaixonado por Deus e pelo próximo, na sua fé empenhada e na sua solidariedade com o seu tempo. A sua vida recorda-nos que as grandes obras são muitas vezes construídas através de pequenos atos quotidianos. O seu legado é um apelo a abraçar a realidade, envolvendo-se com os mais vulneráveis da sociedade.

 

Na sua história, encontramos as sementes de uma cultura que valoriza a ação em vez das palavras e o amor inabalável por aqueles que mais precisam. Seguindo o seu exemplo, continuamos a inspirar-nos para sermos agentes de mudança, recordando que a verdadeira santidade está no nosso serviço aos outros.

 

O Papa Francisco recorda-nos que a santidade não pode ser comprada ou conquistada pelas próprias forças, mas é “simplesmente para todos os cristãos” e “aquilo que devemos fazer todos os dias”. Na homilia sobre a santidade, na missa que celebrou na Casa Santa Marta em 2016, o Pontífice sublinha que se trata de um caminho baseado em quatro elementos essenciais: coragem, esperança, graça e conversão.

 

Como família hospitaleira, continuamos no caminho da santidade, fortalecidos por estes pilares e guiados pelo exemplo e legado do nosso fundador São Bento Menni, prontos a fazer a diferença na vida daqueles que mais precisam de nós.

 

 

SIGA-NOS

Marcações

Subscreva
a nossa newsletter

Pagina Consultas