Procurar
Close this search box.

A ciência de cuidar

A Congregação das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus foi fundada em Ciempozuelos (Espanha) em 31 de maio de 1881, por S. Bento Menni, Maria Josefa Récio e Maria Angústias Gimenez. Profundamente sensíveis ao sofrimento humano e seguindo o exemplo de Jesus Samaritano, uniram os seus esforços para dar resposta à situação de abandono em termos de saúde e de exclusão social das mulheres com doença mental da época, aliando dois critérios fundamentais: caridade e ciência.

 

Atualmente as Irmãs Hospitaleiras estão presentes em 25 países e gerem cerca de 85 centros repartidos por África, Asia, América Latina e Europa.

 

Este trabalho realiza-se graças à entrega humana e profissional de cerca de 1.000 irmãs, mais de 10.500 trabalhadores e numerosos voluntários.

 

Em Portugal a Congregação está presente desde 1894, com a fundação da Casa de Saúde da Idanha. Ao longo de mais de um século a missão hospitaleira foi crescendo, estando hoje presente em diferentes regiões do país e desenvolve a sua ação em doze Unidades de Saúde.

 

Em 30 de setembro de 1932, teve início na freguesia de Nogueiró, concelho e distrito de Braga, a quarta fundação portuguesa da Congregação das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus, a Casa de Saúde do Bom Jesus.

 

Progressivamente deu-se uma abertura a novas áreas assistenciais e hoje é uma Unidade de Saúde de referência na prestação de cuidados especializados em Psiquiatria e Saúde Mental, Psicogeriatria e Demências, Debilidade Intelectual, Comportamentos Aditivos e Dependências e Reabilitação Psicossocial com respostas especializadas em internamento, reabilitação e ambulatório.

 

Dispomos de internamento de curto, médio e longa duração que conta com profissionais especializados na área. Na unidade de ambulatório temos ao seu dispor as consultas externas abertas à comunidade com as seguintes valências: Psiquiatria; Pedopsiquiatria; Psicologia da Infância, adolescência, jovens e adultos; Neurologia; Medicina Interna; Medicina Geral e Familiar e Nutrição.

 

Mais recentemente dispomos da Unidade de Tratamento de Depressão, onde a eletroconvulsivoterapia, a perfusão de antidepressivos e a administração de esketamina são imprescindíveis.

 

No Serviço de Apoio na Comunidade, contamos com o Gabinete Integrado de Serviços de Saúde Mental (GIS) que contempla o Apoio Domiciliário “ConSentido”, a formação e integração profissional “Projeto Percursos” e ainda a Unidade Sócio Ocupacional.

 

Atualmente as Irmãs Hospitaleiras de Braga detêm o Apoio Domiciliário “Sempre Em Mente” serviço este que presta apoio domiciliário especializado a pessoas com demências.

 

Viver a Hospitalidade de forma partilhada requer, fundamentalmente, promover um caminho de crescimento na identidade hospitaleira, sabendo-se parte do mesmo projeto.

 

A Superiora

Maria Anália Oliveira Antunes

SIGA-NOS

Marcações

Subscreva
a nossa newsletter

Pagina Consultas