Projeto CATA-Vento | Autismo |

Projeto CATA-Vento | Autismo |
O Projeto CATA-Vento, desenvolvido pela Unidade de Saúde das Irmãs Hospitaleiras em Assumar, foi candidato ao apoio do BPI, Prémio Fundação La Caixa Capacitar tendo sido apurado como finalista, pelo que começou a ganhar vida!

 

PROJETO CATA-Vento

Unidade de Saúde Irmãs Hospitaleiras | Assumar

 

O aumento da incidência dos casos de Perturbação do Espetro de Autismo tem sido uma preocupação que se tem vindo a acentuar na Unidade de Saúde das Irmãs Hospitaleiras de Assumar (Centro de Recuperação de Menores), dado o número de crianças que nos tem chegado com este perfil clínico. Este aumento é também evidente ao nível da realidade infantil do distrito de Portalegre.

Desta preocupação surge a necessidade de ir ao encontro desta problemática, no sentido de dar uma resposta válida, consistente e que promova o sucesso junto destas crianças e jovens adultos quer da nossa instituição, da comunidade e respetivas famílias.

Identificadas as necessidades a equipa arregaçou as mangas e desenvolveu um Projeto no sentido de diversificar a resposta do distrito, através de uma infraestrutura de programas de capacitação de famílias e descanso do cuidador, que muitas vezes necessitam de apoio e orientação.

                A grande mais valia deste Projeto, é a diversidade da equipa, que conta com a colaboração de toda a equipa técnica, equipa de enfermagem e com a escola do centro bem como com o apoio das entidades parceiras.

O nome do projeto, CATA-Vento, surge então da criação de um Centro de Apoio Terapêutico-pedagógico para Autismo (CATA), seguido da analogia Vento, que descreve o perfil de um autista que passa, num ápice de um estado de calma para um estado de descontrolo de emoções, como o vento que aciona um cata vento.

            Este centro de apoio irá contar com um banco de recursos terapêutico-pedagógicos para uso de cuidadores formais e informais e com a criação de um livro infantil digital facilitador da estimulação em contexto familiar. Serão ainda dinamizadas ações de formação e capacitação de cuidadores informais e por fim, será criado um espaço físico, sala de estímulos neutros, que visa dar resposta aos utentes da casa, mas também permitir o descanso do cuidador sem pernoita.

            A sala foi pensada especificamente para o autista, com base nos pressupostos da arquitetura para autismo, tendo em consideração a luminosidade, cor, temperatura, texturas e dimensões ideais para a facilitação da autorregulação de uma criança autista, uma vez que a hiper-reactividade origina muitas vezes comportamentos que necessitam ser reajustados.

            O projeto foi candidato ao apoio do BPI, Prémio Fundação La Caixa Capacitar tendo sido apurado como finalista, pelo que começa agora a ganhar vida!

 

Irmãs Hospitaleiras | Cuidar, compromisso efetivo de Vida.

Quinta, 21 de Outubro de 2021